Milho: preços atingem recorde nominal


Atentos à colheita, à valorização do dólar, à alta nos preços externos e ao maior ritmo de exportação, produtores brasileiros de milho consultados pelo Cepea seguem afastados das vendas e resistentes em fixar valores do cereal junto a cooperativas e cerealistas. Na maior parte da semana anterior, compradores precisaram ofertar preços maiores para conseguir atrair vendedores e efetivar negócios. Neste contexto, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (região de Campinas/SP) acumula fortes avanços de 2,2% em sete dias e de 20,8% em agosto (até o dia 28), fechando a R$ 60,97/saca de 60 kg nessa sexta-feira, 28. Este é o maior valor nominal da série histórica do Cepea, iniciada em 2004. 

2 visualizações

Associação Comercial dos Produtores e Usuários da CEASA Grande Rio e São Gonçalo

Irajá: Av. Brasil, 19.001 - Pav. 43 - Cab. Sul - (21) 3371-0122 / 3371-0156
Colubandê: Rodovia Amaral Peixoto Km 9,5 - Pav. E - (21) 2601-5994