Milho: estabilidade marca abertura da B3 nesta quinta-feira


A quinta-feira (01) começa com os preços futuros do milho pouco movimentados na Bolsa Brasileira (B3). As principais cotações registravam movimentações máximas de 0,22% negativo por volta das 09h14 (horário de Brasília).

O vencimento novembro/20 era cotado à R$ 66,45 com estabilidade, o janeiro/21 valia R$ 66,65 com queda de 0,22%, o março/21 era negociado por R$ 66,45 com estabilidade e o maio/21 tinha valor de R$ 62,85 com estabilidade.

No câmbio, as flutuações também eram restritas no começo do dia. O dólar era cotado à R$ 5,60 com baixa de 0,14% por volta das 09h17 (horário de Brasília).

Mercado Externo

Os preços internacionais do milho futuro abriram a quinta-feira estendendo os ganhos na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registravam movimentações positivas entre 3,25 e 4,00 pontos por volta das 09h02 (horário de Brasília).




O vencimento dezembro/20 era cotado à US$ 3,83 com valorização de 4 pontos, o março/21 valia US$ 3,92 com elevação de 3,75 pontos, o maio/21 era negociado por US$ 3,97 com ganho de 3,50 pontos e o julho/21 tinha valor de US$ 4,00 com alta de 3,25 pontos.

Segundo informações do site internacional Successful Farming, os futuros do milho subiram durante a noite, estendendo os ganhos de dois dígitos de ontem, após o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) divulgar seus números de estoques abaixo do que era esperado pelo mercado.

Os estoques de milho no início de setembro foram registrados em 2 bilhões de bushels, queda de 10% em relação ao ano anterior, disse o departamento. Esse volume ficou abaixo das expectativas dos analistas para 2,25 bilhões de bushels.

Além disso, a publicação destaca também que os preços estão sofrendo com o clima extremamente frio que se mudou para o cinturão do milho ocidental. “Avisos de congelamento foram emitidos em partes de Nebraska e Minnesota para esta noite, enquanto um aviso de congelamento estará em vigor para uma grande parte do meio-oeste”, diz o analista Tony Dreibus.

Relembre como fechou o mercado na última quarta-feira:

>> Milho fecha a 4ªfeira em alta no Brasil de olho no clima do Sul e com vendedor retraído

1 visualização

Associação Comercial dos Produtores e Usuários da CEASA Grande Rio e São Gonçalo

Irajá: Av. Brasil, 19.001 - Pav. 43 - Cab. Sul - (21) 3371-0122 / 3371-0156
Colubandê: Rodovia Amaral Peixoto Km 9,5 - Pav. E - (21) 2601-5994