Milho abre a quarta-feira caindo na B3 acompanhando baixa do dólar


A quarta-feira (03) começa com os preços futuros do milho operando em queda na Bolsa Brasileira (B3). As principias cotações registravam movimentações negativas entre 1,04% e 1,58% por volta das 10h14 (horário de Brasília).

O vencimento julho/20 era cotado à R$ 43,60 com queda de 1,58%, o setembro/20 valia R$ 42,70 com baixa de 1,04%, o novembro/20 era negociado por R$ 45,44 com perda de 1,43% e o janeiro/21 tinha valor de R$ 46,74 com desvalorização de 1,18%.

As cotações do cereal no Brasil começam o dia seguindo as movimentações cambiais, com o dólar caindo 2,74% e sendo cotado à R$ 5,056 por volta das 10h26 (horário de Brasília).


Mercado Externo

A Bolsa de Chicago (CBOT) também abriu o dia contabilizando baixas para os preços internacionais do milho futuro. As principais cotações registravam movimentações negativas entre 0,75 e 1,50 pontos por volta das 09h44 (horário de Brasília).

O vencimento julho/20 era cotado à US$ 3,22 com desvalorização de 1,50 pontos, o setembro/20 valia US$ 3,27 com baixa de 1,25 pontos, o dezembro/20 era negociado por US$ 3,37 com perda de 1,00 pontos e o março/21 tinha valor de US$ 3,49 com queda de 0,75 pontos.

Segundo informações da Agência Reuters, os futuros de milho diminuíram com o bom tempo para o desenvolvimento de culturas em grande parte do Meio-Oeste dos Estados Unidos, mas a cobertura curta e esperanças de exportação devem limitar os declínios.

0 visualização

Associação Comercial dos Produtores e Usuários da CEASA Grande Rio e São Gonçalo

Irajá: Av. Brasil, 19.001 - Pav. 43 - Cab. Sul - (21) 3371-0122 / 3371-0156
Colubandê: Rodovia Amaral Peixoto Km 9,5 - Pav. E - (21) 2601-5994