Mercado do Feijão: Fradinhos, ou caupis, também surpreendem


A necessidade de informações para tomada de decisões não é somente uma demanda crescente dos produtores de Feijões phaseolus, mas dos vignas também. Feijões como o Pingo-de-Ouro e os chamados caupis-brancos do Mato Grosso, como Tumucumaque e Nova Era, têm despertado crescente interesse por parte de produtores do Pará e do Maranhão, por exemplo.

Estes Feijões são extremamente interessantes. Ontem à noitinha, um cerealista de Primavera do Leste comentava que o rendimento bruto de R$ 5.000 por hectare com o curto ciclo dos Feijões-caupis se tornou este ano uma das melhores opções dos produtores. Os valores de R$ 200 na região de Sorriso, no Mato Grosso, e R$ 220, em Primavera do Leste, confirmam esta afirmação. Na Bahia já aconteceram negócios por até R$ 315 no Pingo-de-Ouro. Porém, olhar no retrovisor não é a melhor opção.

0 visualização

Associação Comercial dos Produtores e Usuários da CEASA Grande Rio e São Gonçalo

Irajá: Av. Brasil, 19.001 - Pav. 43 - Cab. Sul - (21) 3371-0122 / 3371-0156
Colubandê: Rodovia Amaral Peixoto Km 9,5 - Pav. E - (21) 2601-5994