Mercado de café continua perdendo patamares de preços nesta manhã de quinta


O mercado futuro do café arábica iniciou essa quinta-feira (11) com mais um dia de quedas técnicas na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Acompanhando a colheita e o clima no Brasil, os preços no exterior tem registrado quedas nos últimos dias. Às 10h (horário de Brasília) para julho de 2020 os contratos eram negociados a 94,95 cents/lbp, uma queda de 180 pontos. Para setembro de 2020, as negociações estavam em 96,75 cents/lbp, uma baixa de 180 pontos. Na mesma tendência, dezembro de 2020 perdia 165 pontos, com cotação de 99,15 cents/lbp e março 2021 perdia 140 pontos, com cotação de 101,55 cents/lbp.

A previsão climática é tempo de estável nas principais regiões produtoras do Brasil, o que pode garantir um bom avanço nos trabalhos de colheita dos próximos dias. Além das questões climáticas no Brasil, atenção também para as novas projeções da safra da Colômbia, segundo maior produtor de arábica do mundo. "O CEO da Federação de Produtores de Café da Colômbia disse na quarta-feira que "as áreas de café da Colômbia foram abençoadas com uma boa colheita" destacou o site internacional Barchart . 


0 visualização

Posts recentes

Ver tudo

Associação Comercial dos Produtores e Usuários da CEASA Grande Rio e São Gonçalo

Irajá: Av. Brasil, 19.001 - Pav. 43 - Cab. Sul - (21) 3371-0122 / 3371-0156
Colubandê: Rodovia Amaral Peixoto Km 9,5 - Pav. E - (21) 2601-5994