Mandioca: volumes colhido e comercializado ainda são baixos


Apesar da retomada dos trabalhos de campo nos últimos dias, as quantidades de mandioca colhida e comercializada ficaram aquém das expectativas de agentes consultados pelo Cepea. Esse cenário se deve à baixa disponibilidade de raízes de 2º ciclo e à retração de parte dos produtores. Do lado da demanda industrial, continuou se elevando, principalmente pelas farinheiras do estado do Paraná. Quanto aos preços, de 25 a 29 de maio, a cotação média a prazo para a tonelada de mandioca posta fecularia foi de R$ 311,91 (R$ 0,5424 por grama de amido), ligeira queda de 0,4% na comparação com o período anterior.

0 visualização

Posts recentes

Ver tudo

Associação Comercial dos Produtores e Usuários da CEASA Grande Rio e São Gonçalo

Irajá: Av. Brasil, 19.001 - Pav. 43 - Cab. Sul - (21) 3371-0122 / 3371-0156
Colubandê: Rodovia Amaral Peixoto Km 9,5 - Pav. E - (21) 2601-5994