Mamão:Clima mais frio desacelera maturação nas lavouras


Apesar do clima mais frio desacelerar a maturação, os preços do mamão formosa recuaram em todas as regiões produtoras nesta semana (22 a 26/06). Isso porque o consumo brasileiro da fruta segue limitado diante do fim de mês, dos impactos da crise do coronavírus na economia nacional e das menores idas da população às compras, o que acabam afetando principalmente mais produtos perecíveis, como o mamão.

No Norte do Espírito Santo, por exemplo, o formosa registrou valor de R$ 0,25/kg, desvalorização de 7% frente à semana passada. Já no Oeste da Bahia, a variedade foi comercializada por R$ 0,38/kg, queda de 8% na mesma comparação. Segundo produtores oeste-baianos, pesa também sobre o comércio da região, principalmente ao Sudeste, os baixos preços do mamão do Norte do ES - destaca-se que nessa praça ainda existe uma oferta razoável, mesmo com o controle do clima mais frio.

De acordo com colaboradores do Hortifruti/Cepea, a oferta do formosa deve se limitar ainda mais durante o inverno, mas o consumo nacional enfraquecido pode seguir pressionando as cotações.

0 visualização

Associação Comercial dos Produtores e Usuários da CEASA Grande Rio e São Gonçalo

Irajá: Av. Brasil, 19.001 - Pav. 43 - Cab. Sul - (21) 3371-0122 / 3371-0156
Colubandê: Rodovia Amaral Peixoto Km 9,5 - Pav. E - (21) 2601-5994