Projeto Memória - CEASA/RJ 40 Anos




"Eu vi a Ceasa nascer. Era comerciante e trabalhava junto ao meu pai, onde hoje é o Império Serrano, em 1952. Depois, fomos para o Mercado de Madureira, até que soubemos que estava sendo construído um espaço para que todos os comerciantes de hortifrutigranjeiros pudessem comercializar no Rio de Janeiro. Resolvemos ir conhecer esse tal e lugar, e , ao chegar, nos deparamos com uma região que abrigava uma grande lavoura. E assim, fui acompanhando essa história de perto, visitei a CEASA/RJ durante as obras e vi nascer uma cidade, a cidade do abastecimento, onde construi uma história de sucesso. Comecei comercializando legumes e hoje vendo frutas também, através de cinco lojas na Unidade de Irajá. Emprego 60 funcionários e tenho oito caminhões para fazer entregas. O meu envolvimento com a CEASA/RJ e contato com os comerciantes, fez com que, em 1998, batalhássemos para assinatura de um contrato com o Governo do Estado para assumir a área operacional. Assim nasceu a Associação Comercial dos Produtores e Usuários da Ceasa (Acregri). Desde então, nos comprometemos a fazer a manutenção da CEASA, no que se refere à limpeza, segurança e manutenção.”, contou o comerciante e presidente da ACEGRI, Waldir de Lemos

0 visualização

Associação Comercial dos Produtores e Usuários da CEASA Grande Rio e São Gonçalo

Irajá: Av. Brasil, 19.001 - Pav. 43 - Cab. Sul - (21) 3371-0122 / 3371-0156
Colubandê: Rodovia Amaral Peixoto Km 9,5 - Pav. E - (21) 2601-5994