Futuros do milho na China tocam nível recorde com aperto na oferta e leilões


XANGAI (Reuters) - Os contratos futuros do milho na China negociados na bolsa de commodities de Dalian subiram para nível recorde nesta segunda-feira, em meio a um aperto na oferta e à força vista em leilões recentes de venda do cereal.

Os preços chegaram a saltar 4,3%, para 2.346 iuanes (335,29 dólares) por tonelada, mas depois devolveram parte dos ganhos e fecharam com alta de 4,1%, a 2.309 iuanes por tonelada.

O interesse em aberto no contrato avançou para 1,45 milhão de lotes na sexta-feira, maior nível desde abril de 2017. Os volumes negociados também ficaram perto de máxima de nove meses tocada na semana passada, de 1,26 milhões de toneladas.

"Os futuros continuam a ter um rali... as recentes notícias sobre trigo e arroz sendo vendido de reservas estatais não parecem ter feito muito para esfriar o mercado", disse o analista da StoneX, Darin Friedrichs, em relatório.


"Mesmo com essas grandes importações em junho, os preços domésticos do milho na China seguem incrivelmente elevados e continuam a subir."

Recentes rodadas de licitação de milho das reservas estatais na China viram todas as 4 milhões de toneladas disponibilizadas negociadas a preços muito mais altos que na semana anterior, acrescentou o relatório.

A China anunciou no final de maio que começaria a vender milho das reservas estatais devido ao aperto na oferta.

A corretora Citic Futures disse que os prêmios nos leilões foram o principal fator a puxar os preços de mercado, que devem subir ainda mais.

2 visualizações

Associação Comercial dos Produtores e Usuários da CEASA Grande Rio e São Gonçalo

Irajá: Av. Brasil, 19.001 - Pav. 43 - Cab. Sul - (21) 3371-0122 / 3371-0156
Colubandê: Rodovia Amaral Peixoto Km 9,5 - Pav. E - (21) 2601-5994