Feijão-preto estável e Feijão-carioca oscilando, por Ibrafe


Os empacotadores começaram a reportar a volta dos supermercados em busca de reposição, ontem, principalmente no final da tarde. Nas fontes, a cada semana é possível que este movimento se some com mais compradores do Nordeste, uma vez que a pequena safra colhida naquela região já caminha para o final.

Alguns empacotadores aproveitaram a “bambeada” dos preços nos últimos dias, com mais oferta no campo do que demanda, e com o receio dos produtores que isso vire tendência, não tiveram dúvida, entraram comprando. Por este motivo, principalmente no noroeste de Minas Gerais, vários negócios aconteceram. Desde R$ 250 até R$ 260 lotes maiores foram reportados.

Diversos compradores, especuladores e corretores estão aproveitando a insegurança de alguns produtores e a necessidade de outros para reforçar o chavão de que produtor vende mesmo é quando baixa. É claro que a disposição e o otimismo são diferentes quando os preços estão em franca evolução.

0 visualização

Associação Comercial dos Produtores e Usuários da CEASA Grande Rio e São Gonçalo

Irajá: Av. Brasil, 19.001 - Pav. 43 - Cab. Sul - (21) 3371-0122 / 3371-0156
Colubandê: Rodovia Amaral Peixoto Km 9,5 - Pav. E - (21) 2601-5994