Banana: Vendaval afeta produção no Norte de SC


O clima está sendo um dos principais entraves à produção da banana norte catarinense neste ano – praça importante para o abastecimento dos mercados interno e externo (Mercosul). Reconhecida por registrar bons regimes pluviométricos, a região tem enfrentado um atípico período de estiagem desde março. Em maio, por exemplo, o volume de chuva registrado na estação de Indaial (SC) totalizou apenas 10 mm, enquanto deveria chegar a quase 120 mm, de acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

Diante deste cenário, produtores relatam que o estresse hídrico pode reduzir o potencial produtivo dos bananais da região de 30% a 40%, variando conforme o solo da propriedade e o manejo adotado. Assim, com o intuito de minimizar esses impactos, produtores locais estão adotando estratégias alternativas. Dentre elas, estão a aplicação de nutrientes via foliar, já que a água presente no solo é insuficiente para solubilizar os compostos dos adubos sólidos; e o uso de produtos formulados com ácidos húmicos e fúlvicos, constituintes da matéria orgânica do solo, que auxiliam no controle do estresse hídrico.

Como agravante, um intenso vendaval atingiu alguns bananais da região no penúltimo final de semana de maio (22 a 23/05). Os impactos totais ainda estão sendo mensurados, mas já observa-se que os fortes ventos provocaram a queda de diversas plantas, principalmente das que já estavam com seu cacho em desenvolvimento – o maior peso favoreceu o tombamento do pseudocaule – e em áreas com plantios mais antigos e afetadas por nematoides.

0 visualização

Associação Comercial dos Produtores e Usuários da CEASA Grande Rio e São Gonçalo

Irajá: Av. Brasil, 19.001 - Pav. 43 - Cab. Sul - (21) 3371-0122 / 3371-0156
Colubandê: Rodovia Amaral Peixoto Km 9,5 - Pav. E - (21) 2601-5994