Arroz: oferta é baixa, e indicador atinge recorde nominal no RS


A liquidez está baixa no mercado de arroz em casca neste mês, visto que produtores não têm ofertado o cereal. Além disso, a demanda pelo produto também está menor. Segundo colaboradores do Cepea, agentes de indústrias beneficiadoras têm feito esporádicas aquisições de pequenos volumes, apenas para repor estoques. Isso porque as vendas do produto beneficiado estão lentas. No Rio Grande do Sul, a procura pela matéria-prima ainda é maior que a oferta, o que mantém o Indicador em patamares recordes. No acumulado de 2020 (até o dia 21 de julho), a média do Indicador ESALQ/SENAR-RS, 58% grãos inteiros (média ponderada) está em R$ 55,52/saca de 50 kg, 27,6% superior (em termos nominais) à do ano passado inteiro, de R$ 43,50/sc. Nos últimos sete dias (14 a 21 de julho), especificamente, o Indicador ESALQ/SENAR-RS, 58% grãos inteiros (média ponderada), subiu 0,93%, indo a R$ 64,95/sc de 50 kg nessa terça-feira, 21, o maior patamar nominal da série histórica do Cepea, iniciada em 2005. 

1 visualização

Associação Comercial dos Produtores e Usuários da CEASA Grande Rio e São Gonçalo

Irajá: Av. Brasil, 19.001 - Pav. 43 - Cab. Sul - (21) 3371-0122 / 3371-0156
Colubandê: Rodovia Amaral Peixoto Km 9,5 - Pav. E - (21) 2601-5994